Notícias

Mês do Coração na Animed: se arrebatou o coração ao seu animal, cuide dele!

Mês do Coração:

Com os melhores cuidados médico veterinários prestados atualmente aos nossos animais, é cada vez mais comum o aparecimento de doenças cardíacas. Isto porque, na sua maioria, são doenças de evolução lenta e progressiva, logo aparecem em animais com maior longevidade – os geriátricos.

As doenças cardíacas são provocads por defeitos no músculo cardíaco ou nas válvulas cardíacas, podendo ter origem congénita, hereditária ou adquiridas.

As doenças mais comuns são a endocardiose da válvula mitral (em cães) e a cardiomiopatia hipertrófica (em gatos).

A endocardiose da válvula mitral é uma doença progressiva que altera a conformação da válvula cardíaca atrio-ventricular esquerda, apresentando maior expressão nos animais geriátricos (> 7 anos). Pode afetar qualquer raça, mas é mais observada em animais de raças pequenas como Caniche, Yorkshire Terrier e Chihuahua. Na raça Cavalier King Charles Spaniel a prevalência é muito alta.

A cardiomiopatia hipertrófica é a doença cardíaca mais comum em gatos, com um fator hereditário para raças como Maine Coon, Persa, Ragdoll, Sphinx, Bosques da Noruega e British Shorthair. Nesta doença, ocorre um aumento na espessura da parede ventricular que impede um funcionamento normal da função cardíaca. Esta alteração pode também ocorrer secundariamente a doenças endócrinas, estenose aórtica ou hipertensão sistémica.

Existem sinais clínicos que nos devem alertar para uma possível condição cardíaca, tais como:

  • Tosse,
  • Dificuldade respiratória (aumento da frequência respiratória),
  • Colapso / síncope,
  • Fraqueza ou intolerância ao exercício,
  • Mucosas cianóticas “azuis”,
  • Perda de peso,
  • Paresia de membros (em gatos).

 Muitas vezes, os animais com patologia cardíaca podem não apresentar sinais clínicos, nem pertencer a uma das raças predispostas, sendo que, apenas são auscultadas alterações cardíacas no exame clínico, tais como sopros ou arritmias.

O diagnóstico precoce de uma doença cardíaca, permite uma melhor resposta ao plano de tratamento instituido. Este pode ser realizado através de um exame clínico com medição de pressões arteriais e exames complementares (tais como: radiografia torácica, electrocardiograma e ecocardiografia).

Então quando devo realizar um check up no meu animal?

  • Se tem um animal júnior, deve realizá-lo o mais cedo possível para descartar problemas congénitos e, corrigi-los antes de apresentar sinais clínicos.
  • Em animais adultos e geriátricos, é aconselhável realizar controlos regulares, no mínimo anuais, mesmo que estes não apresentem sinais clínicos visíveis.
"Se arrebatou o coração ao seu animal, cuide dele!”  De 1 a 31 de maio a Animed dedica-se ao coração do seu companheiro. Venha realizar o rastreio cardíaco gratuito e aproveite as outras condições da campanha.
“Se arrebatou o coração ao seu animal, cuide dele!”
De 1 a 31 de maio a Animed dedica-se ao coração do seu companheiro. Venha realizar o rastreio cardíaco gratuito e aproveite as outras condições da campanha.